E lá se foram 2 anos

Poderia dizer que se passou uma eternidade, mas tem só dois anos.

Tudo é latente em minha memória daquele 19 de outubro de 2015, um dia ensolarado como o de hoje, o dia que após 6 meses eu voltei a ver o mundo que não através da janela do quarto do Hospital Naval Marcílio Dias, aquele mundo que tinha deixado para trás sem a certeza de voltar, sentir o sol naquele momento me deu uma sensação diferente. Confesso que parecia um bicho acuado e não sabia exatamente o porquê, será que era nervosismo? Ansiedade? Medo? Sim, era medo! Medo do que que viria pela frente, uma vida que até então era inimaginável ainda mais para mim, tão altivo e independente, agora dependia de ajuda para tudo!

É meus amigos, eu TREMI!

Ao chegar em casa minha irmã querendo comemorar me ofereceu um copo de cerveja, o liquido, que naquela hora era terrivelmente amargo, praticamente não parava na caneca de tanto que eu tremia. Neste dia também tive a oportunidade de segurar o meu sobrinho Daniel que havia nascido tinha quase 3 meses enquanto eu estava internado, foi emoção demais para um único dia, já se passaram 2 anos mas ainda tenho muito forte em minha mente cada uma dessas lembranças. A alta do hospital era só o começo, era apenas o renascimento, a partir dali teria que aprender tudo novamente. Naquele momento vocês poderiam ter tido a sensação de dever cumprido e ter me deixado para trás, mas pelo contrário, a partir dali se fizeram ainda mais presentes, me visitando, motivando, fazendo coisas inimagináveis! Mostraram que o papo de "quem tá junto, tá junto!" era de verdade, mostraram que eram família, mostraram o real sentido da palavra AMIZADE. Confesso que as vezes é difícil, ser o mesmo Wash de ontem preso ao corpo de hoje, administrar esse conflito não é fácil, é doloroso psicologicamente falando. O resultado de continuar, é reflexo do que todos fizeram por mim, após tanta dedicação eu não tinha direito de decepcioná-los.

Aline (irmã), D. Teca (mãe) e principalmente a minha esposa Carolina Castro, agradeço muito a vocês por tudo que fizeram e ainda fazem por mim.

Família CSAR, só posso agradecer e desejar que nunca percamos essa essência!

"Quem tá junto, tá junto!" Hurrrrraaaa!!!

Washington Espíndola


Posts Em Destaque
Posts Recentes